Portuguese English Spanish

Preocupar-se com o desenvolvimento social de todas as pessoas envolvidas em sua cadeia de produção como comunidade, consumidores, meio ambiente e governo. Este é o conceito abrangente de Responsabilidade Social adotado tanto por empresas da esfera pública quanto da rede privada. Com o intuito de firmar uma parceria agregadora para à população da capital Federal, uma comissão do Instituto Brasileiro de Políticas  Públicas - IBRAPP se reuniu nesta sexta (16) com representantes do programa Metrô Solidário, na sede da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF), para falar sobre projetos que promovam a Responsabilidade Social no Metrô do DF.


Durante a reunião estiveram presentes a gerente do metrô solidário, Lívia Passos, e a gerente de projetos, Nayara Lopes, que expuseram as necessidades a respeito de campanhas e ações que pudessem atingir de forma positiva o público interno e externo que utiliza o transporte coletivo. Por dia transitam cerca de 200 mil pessoas em todas as estações do Metrô – DF.


O analista de projetos do IBRAPP em Brasília, Leonardo Costa, expôs pontos a serem explorados como a implantação de iniciativas sustentáveis e que aproximem a comunidade de ações educativas, além de outras iniciativas de capacitação e treinamento para os colaboradores da empresa. Estiveram presentes ainda o gerente de comunicação do Instituto, Paulo Roberto Coelho, e a analista de comunicação, Maíra Nunes, que na ocasião discutiram estratégias de visibilidade para as ações. O intuito da parceria é causar um impacto positivo no maior número de pessoas.

Publicado em Notícias

Uma palestra sobre segurança e sigilo das informações no ambiente organizacional deu início às capacitações contínuas do Instituto Brasileiro de Políticas Públicas - IBRAPP. Neste sábado (27), os colaboradores da sede e escritórios assistiram a apresentação do gestor de projetos e especialista em TI, Arlley Carlos.  A capacitação é fruto da parceria entre o Instituto e empresa de tecnologia Documentall.


Durante a palestra o especialista abordou a vulnerabilidade em relação ao risco de vazamento de informações pessoais e corporativas através do acesso à internet, sobretudo por meio de rede sem fio. Através de diversos exemplos mostrou aos Ibrappianos como ações cotidianas colocam em risco a segurança de dados do usuário, entre elas está o acesso a redes compartilhadas e Wi-Fi públicas.

No âmbito corporativo o foco se deu no desenvolvimento do senso de risco sobre falhas de segurança digital. Abrir e-mails com origem duvidosa, o uso de pen-drives e a divulgação de senhas pessoais estão entre os hábitos que podem comprometer todo o banco de dados de uma empresa. “Cada um é um guardião da segurança patrimonial”, enfatiza Carlos.

Também foram abordados os pilares da Segurança da Informação que compreendem, entre outros, a integridade e a confidencialidade das informações. Com escritórios descentralizados e uma gestão arrojada, o IBRAPP investe na segurança da informação e na capacitação de seus colaboradores. As medidas, realizadas em parceria com a Documentall, tendem a minimizar possíveis riscos em relação a vazamento de dados, invasões por vírus ou mesmo cyber ataques.

Publicado em Aconteceu no IBRAPP
Sexta, 26 Janeiro 2018 17:52

Edição 11 - 2018

Publicado em Nossos Informativos

O final de 2017 se aproxima e o clima de festivo toma conta das ruas e lares. É com este espírito de união e celebração que o Instituto Brasileiro de Políticas Públicas – IBRAPP realiza a confraternização anual para os seus colaboradores. Na última sexta-feira (22) os Ibrappianos da sede, no Maranhão, e dos escritórios que representam o Instituto em mais quatro estados e no Distrito Federal, tiveram a oportunidade de interagir de maneira descontraída, fora do ambiente de trabalho.

Em São Luís (MA), os colaboradores se reuniram em uma casa de festas para um almoço, seguido de um momento de dança com música ao vivo. Em Frutal (MG), um jantar dançante também animou os colaboradores do IBRAPP e do Hospital Frei Gabriel, unidade de saúde gerida pelo Instituto. Nos estados da Paraíba (PB), Rondônia (RO) e no Distrito Federal (DF), as confraternizações foram em restaurantes locais.

Publicado em Aconteceu no IBRAPP

A fim de promover iniciativas para o desenvolvimento social e agregar novas parcerias produtivas, o Instituto Brasileiro de Políticas Públicas – IBRAPP dialoga com instituições e personalidades que possuam os interesses alinhados com a promoção do bem estar da sociedade. Esta semana o Setor de Licitação esteve reunido com o Vereador Ricardo Diniz (PCdoB/MA), que é o terceiro vice-presidente da Câmara Municipal de São Luís, para conversar sobre novas iniciativas em benefício da população ludovicense.


A visita institucional teve como objetivo apresentar o Instituto, bem como os projetos sociais que realiza. Para o coordenador de Licitação, Amaury Andrade, estes encontros ajudam tanto na visibilidade do IBRAPP, quanto na organização de novas ações com a participação do poder público. “Nós esperamos que o Instituto seja ainda mais conhecido e que possamos captar mais parceiros para a execução de projetos sociais”, ressalta Andrade. Ainda de acordo com o coordenador, novos projetos já estão sendo pensados para serem desenvolvidos com o apoio da Câmara Municipal de São Luís.

 

Publicado em Notícias

Após o Outubro Rosa, campanha voltada para chamar a atenção sobre a cura e a prevenção do câncer de mama, o Instituto Brasileiro de Políticas Públicas – IBRAPP inicia uma nova ação para conscientizar a população sobre outro tipo de câncer, o de próstata. Através do apoio ao Novembro Azul, uma iniciativa realizada mundialmente com foco na saúde do homem, o Instituto visa alertar sobre esta doença e diminuir o preconceito em relação à busca pela saúde masculina. Durante todo o mês de novembro os ibrappianos atuarão como agentes multiplicadores, através do uso de camisas azuis com frases que incentivam a prevenção da doença.


No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma). E de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), mais do que qualquer outro tipo, este é considerado um câncer da terceira idade, já que cerca de três quartos dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos. Para o gestor da Ação no IBRAPP, Fábio Daniel, estas ações são fundamentais para encorajar os colaboradores e a própria sociedade na realização do exame para  uma melhor qualidade de vida. “O Instituto possui uma grande preocupação em relação ao bem estar público e ao apoio a movimentos nacionais que podem mudar a realidade das pessoas. O diagnóstico precoce, um alerta sobre os sintomas das doenças pode ser a diferença para o aumento da chance de cura do câncer”, enfatiza o gestor.


Já a gestora de contratos, Fabiana Diniz, pontua que as ações denotam o compromisso do IBRAPP dentro dos órgãos que representa, através de contratos de serviço e de gestão. “Os contratos são firmados para contribuir com o desenvolvimento do Serviço Público e apoiando ações como estas demonstram a nossa preocupação com a saúde dos ibrappianos, bem como a dos servidores e população em geral que transita nas instituições públicas”, explica Fabiana. Os colaboradores farão o uso das camisas azuis três vezes por semana até o final do mês de novembro, a exemplo da ação realizada no Outubro Rosa.


De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a detecção precoce de um câncer compreende duas diferentes estratégias: uma destinada ao diagnóstico em pessoas que apresentam sinais iniciais da doença (diagnóstico precoce) e outra voltada para pessoas sem nenhum sintoma e aparentemente saudáveis (rastreamento). No caso do câncer de próstata a detecção se dá por meio de exames de rotina como dosagem de PSA e toque retal.  Neste segundo ano do IBRAPP no Novembro Azul, as ações se concentram no Distrito Federal, Maranhão, Minas Gerais, Paraíba, Rondônia e Tocantins, dentro dos órgãos onde o Instituto exerce atividades.

Publicado em Notícias

Na manhã deste sábado (21) o Instituto Brasileiro de Políticas Públicas – IBRAPP realizou uma capacitação diferente para abordar produtividade, trabalho em equipe e metas de vida. A coach Venísia Ferreira ministrou a palestra “Você é produtivo ou ocupado?”, com uma série de dinâmicas e reflexões motivacionais. A iniciativa faz parte da Semana dos Escritórios, gerenciada pelo setor de comunicação do Instituto como forma de motivar e escutar de forma mais próxima os colaboradores que representam o IBRAPP fora de sua sede.


O início da palestra começou com uma dinâmica de Grupo para despertar a motivação de engajamento na atividade, onde os colaboradores foram incentivados a se alongar e apoiar nos colegas, para enfatizar o trabalho em grupo. Em seguida a Coach Venísia Ferreira abordou a ressignificação das tarefas, que consiste em transformar situações monótonas em momentos mais agradáveis e produtivos. “Ressignificar as tarefas é dar um novo conceito para tornar determinada tarefa importante novamente, ajuda o seu cérebro a ser mais criativo e te ajuda a ter mais opções”, esclarece a Coach.

A semana dos Escritórios seguirá até a sexta-feira (27), com uma ouvidoria aberta, uma linha direta entre os Ibrappianos e a presidência do Instituto. A intenção é compartilhar as dificuldades enfrentadas pelos escritórios e agregar soluções para melhorias da rotina laboral. Para o gerente e gestor da ação, Paulo Roberto, a iniciativa reflete a preocupação constante da administração do IBRAPP para o bem estar dos colaboradores. “A nossa busca é para que todos os escritórios fiquem com o mesmo padrão que temos na nossa sede”, enfatiza Paulo. Ele acrescenta ainda que os escritórios sempre precisam de apoio e melhorias, para a qualidade de vida de todos.


Para o advogado, Paulo Gaspar, que atua no setor jurídico do Instituto, a palestra da coach trouxe reflexões que vão além do âmbito profissional e levam o colaborador a repensar as atitudes também no lado pessoal. “O momento foi muito proveitoso com as dicas, não só para o colaborador ser mais produtivo, quanto para que possamos ser pessoas melhores na nossa família e em nosso dia a dia”, justifica Gaspar. Ao final da palestra a Coach Venísia Ferreira, que é criadora e facilitadora do Programa Morfossíntese (desenvolvimento pessoal e profissional), que visa proporcionar mudanças conscientes para uma vida melhor, deixou dicas valiosas para serem aplicadas no dia a dia. 

São sete hábitos para serem repetidos diariamente para manter o bem estar e o foco nos objetivos:

1) Pratique atividade física;
2) Alimente-se de forma saudáveis;
3) Seja grato;
4) Mantenha o equilíbrio;
5) Tenha um diário de bordo (avalie o que ocorreu no seu dia);
6) Medite e reflita;
7) Faça doações sempre que possível.

 

Publicado em Aconteceu no IBRAPP
Terça, 10 Outubro 2017 15:06

Dia Mundial da Saúde Mental 2017

O Dia Mundial da Saúde Mental é celebrado anualmente em 10 de Outubro. A data serve como um alerta para distúrbios emocionais e psicológicos que acometem trabalhadores de diversas áreas. Segundo a agência da ONU, 300 milhões de pessoas em todo o mundo sofrem de depressão, uma das maiores causas de aposentadoria por invalidez. No último sábado (7) o Instituto Brasileiro de Políticas Públicas – IBRAPP realizou um treinamento em volta deste tema, para os colaboradores em todos os escritórios sobre este tema. A iniciativa “Sou saúde, sou IBRAPP” trouxe uma palestra sobre depressão e ansiedade no meio corporativo e esclareceu sobre a relação entre saúde mental e desempenho, além de falar sobre empatia e qualidade de vida.

Produtividade


Este ano, a Organização Mundial da Saúde, OMS, destaca a saúde mental no local de trabalho. Empregadores e gerentes que investem em iniciativas para promover saúde mental e apoiar os funcionários com desordens mentais conseguem ganhos não somente na área da saúde, mas também nos níveis de produtividade.


O professor do Instituto de Psiquiatria do Universidade Federal do Rio de Janeiro, Pedro Gabriel Delgado, confirmou à ONU News que o investimento é uma fonte de ganho para todos. "Eu acho que este ano é oportuno que esse ano se aponte essa questão que é investir no sentido de tornar os ambientes laborais como ambientes saudáveis, ambientes onde se realiza a possibilidade de uma troca entre as pessoas e entre os companheiros de trabalho que seja produtora de segurança e de satisfação para elas. O primeiro elemento que aparece nos quadros de depressão e de ansiedade generalizada está ligado ao trabalho. Então é extremamente importante pensar em alguma coisa de promoção do bem-estar no ambiente do trabalho."

A OMS afirma que um ambiente de trabalho negativo pode levar a problemas físicos e mentais. Assim como o uso de substâncias nocivas ou álcool, falta no emprego e perda de produtividade.


Ansiedade
Em todo o mundo, 260 milhões de pessoas vivem com algum tipo de ansiedade. Muitos têm depressão e ansiedade. Ambas as doenças custam uma média de US$ 1 trilhão à economia global em perdas no trabalho. O objetivo do Dia Mundial da Saúde Mental é aumentar a conscientização para o tema e mobilizar esforços de apoio a melhorias no setor.


Fonte: Agência das Nações Unidas



Publicado em Notícias

Durante todo o mês de Outubro o Instituto Brasileiro de Políticas Públicas – IBRAPP adere a Campanha do Outubro Rosa. As ações de conscientização sobre o diagnóstico precoce e as chances de cura se estendem a todos os contratos executados pelo Instituto. Neste segundo ano da ação os colaboradores os colaboradores do IBRAPP se integraram projeto em prol da conscientização sobre a doença em cinco estados e no Distrito Federal, onde o Instituto realiza serviços ao poder público. Os ibrappianos atuam como agentes multiplicadores dentro dos órgãos e para sociedade em geral, através do uso de camisas com frases que incentivam o autoexame. O Inca (Instituto Nacional do Câncer) calcula que, em 66% dos casos, é a própria mulher quem detecta os primeiros sinais do câncer de mama.

 

O IBRAPP reconhece que é natural amedrontar-se diante da possibilidade de um diagnóstico de câncer, entretanto temos consciência de que deve existir espaço para falar sobre o assunto e encorajar a população a prevenir-se. Dados do Inca apontam ainda que a taxa de sobrevida após 5 anos após o diagnóstico é de 88% quando a doença é descoberta ainda no primeiro estágio. É bom lembrar que a prevenção começa pelos bons hábitos, já que obesidade, ingestão de bebidas alcoólicas e sedentarismo favorecem o surgimento da doença. No Distrito Federal as ações do Outubro Rosa foram realizadas no Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), no Ministério das Relações Exteriores (MRE) e na Secretaria dos Portos (SEP). Já em Minas Gerais as ações se concentraram na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), na prefeitura de Brasília de Minas e no Hospital Frei Gabriel, no município de Frutal.

 


No Maranhão, a abertura do evento se deu na sede do IBRAPP, em São Luís, e as ações foram realizadas na Universidade Federal do Maranhão (UFMA), na Secretaria de Segurança Pública (SSP/MA) e no Tribunal de Justiça do Estado (TJMA).

 


Na Paraíba os colaboradores da Procuradoria Regional do Trabalho (PRT-13), do Ministério Público Federal (MPF - PB), da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU - PB) e do Instituto Federal da Paraíba – Campus Patos, também participam do Outubro Rosa.

 

 

Em Palmas, no Tocantins, a iniciativa levou a Receita Federal (RF/TO) e a Polícia Federal (PF/TO) a conscientização sobre o câncer de mama. E em Rondônia, o IBRAPP levou a ação para a Superintendência de Gestão de Suprimentos, Logística e Gastos Públicos Essenciais – SUGESPE.

 

 

As ações do IBRAPP no Outubro Rosa continuam até o final do mês símbolo da causa e são realizadas anualmente, seguidas do Novembro Azul, que visa conscientizar a população a respeito do câncer de próstata. As mobilizações no Instituto ocorrem de forma contínua e com iniciativas pontuais, realizadas anualmente, junto às movimentações nacionais.

 

 

 

 

Publicado em Notícias
Quinta, 05 Outubro 2017 15:59

Abertura do Outubro Rosa 2017

Durante todo o mês de Outubro o Instituto Brasileiro de Políticas Públicas – IBRAPP adere a Campanha do Outubro Rosa. As ações de conscientização sobre o diagnóstico precoce e as chances de cura se estendem a todos os contratos executados pelo Instituto. No Maranhão, a abertura do evento se deu na sede do IBRAPP, em São Luís, com apresentação cultural do grupo “Mulheres guerreiras” e a presença de representantes do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público do Estado do Maranhão (SINTSEP).


Para o gestor da ação, Fabio Daniel, este evento anual do IBRAPP é de extrema importância para conscientizar a sociedade a respeito do câncer de mama. “É uma doença que pode ser evitada, é preciso fazer o autoexame. Se sentir algo estranho vá ao médico, pois esta doença tem tratamento e tem cura”, recomenda o gestor.


A gestora de contratos, Fabiana Diniz, comandou a apresentação da cerimônia de abertura, que foi transmitida via vídeo conferência para todos os estados em que o Instituto possui representação. Na ocasião ela comentou o engajamento dos ibrappianos no Outubro Rosa e agradeceu ao SINTSEP pela parceria deste ano. A representante do sindicato, Jucelina Vale, comentou sobre a relevância deste tipo de ação. “Atos como esse que estamos fazendo mostram que estamos preocupados com a prevenção e a qualidade de vida de todos”. Finalizou Jucelina.



A abertura do mês de combate ao câncer de mama no IBRAPP encerrou com uma apresentação teatral e musical do grupo “Mulheres guerreiras”, que trouxe a dramatização de diversas personagens femininas com representatividade histórica como: Chiquinha Gonzaga, Carmem Miranda, Maria Inês Aragão e Maria Bonita. As ações As ações do IBRAPP no Outubro Rosa continuam até o final do mês símbolo da causa e são realizadas anualmente, seguidas do Novembro Azul, que visa conscientizar a população a respeito do câncer de próstata.

Publicado em Aconteceu no IBRAPP
Pagina 1 de 2
Download Free Premium Joomla Templates • FREE High-quality Joomla! Designs BIGtheme.net