Portuguese English Spanish

Um dia focado no bem-estar social, na prestação de serviços e na disseminação de valores. Esta foi a atmosfera do “Projeto Sonho de Menina, Realidade de Mulher”, que promove a equidade de gênero e o combate a exploração sexual de crianças e adolescentes, através da articulação social com a população. A comunidade da Cidade Olímpica em, São Luís – MA, recebeu a segunda edição do Projeto. Este ano a iniciativa do Instituto Brasileiro de Políticas Públicas - IBRAPP também marcou o Dia Nacional de Combate a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, 18 de maio.

 

O Sonho de Menina, Realidade de Mulher também é realizado nacionalmente através de ações informativas voltadas para os colaboradores e para a população dos estados onde o IBRAPP atua.

 

 

Os participantes puderam contar com oficinas de Grafitti, momentos de beleza e emissão de documentos. Além de exames gratuitos voltados para a prevenção de doenças. Para a enfermeira, Elida Chaves, que já trabalha em uma unidade de saúde na Cidade Olímpica, esta foi uma experiência recompensadora. “Inicialmente iriamos trazer apenas a vacinação, mas quando vimos a seriedade do projeto, trouxemos também os exames preventivos e de mama. Pudemos contemplar as mães dos jovens e isso é muito gratificante”, ressalta a enfermeira.

 

 

A iniciativa foi fruto de uma parceria com diversas instituições entre elas a Fundação Justiça e Paz se Abraçarão, que fez ligação entre a comunidade e o IBRAPP. Para a superintendente da Fundação, Elivânia Estrela, esta é uma parceria promissora, que beneficia a comunidade.  “Eu estou muito orgulhosa dessa parceria, conseguimos atender o público que a gente queria. O IBRAPP está de parabéns pelo carinho e pela competência em realizar ação, a população precisa disso”, avalia Elivânia.

 

 

Esta segunda edição do Projeto Sonho de Menina, Realidade de mulher realizou mais 500 atendimentos e alcançou mais de 100 jovens, nas oficinas sobre os temas debatidos. O objetivo da iniciativa é promover a igualdade de gênero e o engajamento na luta contra o abuso infantil, através da informação.

Saiba mais sobre o projeto

 

Publicado em Notícias

O Instituto Brasileiro de Políticas Públicas - IBRAPP realiza a segunda edição do projeto “Sonho de Menina, Realidade de mulher”. A iniciativa promove educação, saúde e lazer para a população em situação de vulnerabilidade social no Maranhão. Este ano as ações contemplam as comunidades na área da Cidade Olímpica e visam atender mais de 200 jovens, na faixa etária  de 12 a 18 anos.  O evento será realizado das 9h às 17h, no dia 18 de maio, data que marca o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.


A iniciativa terá uma programação aberta ao público com rodas de conversas, serviços à comunidade, oficinas educativas e atividades lúdicas. O projeto “Sonho de Menina, Realidade de Mulher”, atua em três eixos principais divididos em: empoderamento de mulheres e meninas, saúde e combate ao abuso e exploração sexual. O objetivo da ação é promover uma articulação social junto às comunidades, através da educação para igualdade de gênero e temas relacionados ao Estatuto da Criança e do Adolescente - ECA.


Dentro do cronograma do evento estão: atendimentos de saúde, realizados pela Escola de Enfermagem Ana Neri; agendamento e consulta ao Cadastro Único do Governo Federal (CadÚnico); cortes de cabelo e manicure com profissionais do Instituto Embelleze e ainda, atendimentos jurídicos com uma equipe da Defensoria Pública do Estado. Esta edição, diferente da anterior, contempla um público misto, uma forma que o IBRAPP encontrou para conscientizar os meninos e rapazes desde cedo sobre o papel da mulher na sociedade, e sobre a importância da equidade de gênero.  


Sobre o dia 18 – No dia 18 de maio de 1973, uma menina de 8 anos foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada no Espírito Santo. Seus agressores nunca foram punidos. Após a repercussão do caso, o movimento em defesa dos direitos de crianças e adolescentes conquistou a aprovação da Lei Federal nº. 9.970/2000 que instituiu o 18 de maio como o “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”. A Lei tem o objetivo de mobilizar a sociedade pelo fim da violência sexual e pela luta dos direitos da criança e do adolescente.


 

Publicado em Notícias
Download Free Premium Joomla Templates • FREE High-quality Joomla! Designs BIGtheme.net