Ação Manguezal

O IBRAPP, em parceria com o Instituto Social para Sustentabilidade da Vida – ECOBIO, executa projeto social de apoio à promoção e fomento das atividades agrossustentáveis e preservação do meio ambiente; com mobilização comunitária e ações voltadas para conservação dos recursos naturais e desenvolvimento sustentável nas comunidades e áreas degradadas, visando a consecução de finalidade de interesse público.

A ação ocorre para alertar a população sobre a importância dos mangues para nosso ecossistema. A primeira “Ação Manguezal” girou em torno dos impactos produzidos pelo quadro de ocupação urbana irregular, que cresceu de forma acelerada sobre os mangues da cidade de São Luís, gerando desmatamento e poluição.

Vale destacar que a maior área contínua de manguezais do mundo está localizada no Brasil, nos Estados do Amapá, Maranhão e Pará. E a maior parte da cobertura desse importante bioma está concentrada no estado do Maranhão. Estima-se que o país já tenha perdido 25% de toda a extensão de áreas de mangue.

De acordo com pesquisadores do bioma, os manguezais absorvem quatro vezes mais carbono do que todas as outras florestas, e têm capacidade de armazenamento dez vezes maior. Além disso, os mangues impedem o avanço do processo erosivo, são responsáveis por preservar uma variedade de espécies que, sob ameaça de extinção afetam a economia como fonte de recursos pesqueiros, e têm influência sobre os ecossistemas adjacentes.

Os Institutos parceiros realizaram ação social nas palafitas do bairro Alemanha, São Luís, em alusão ao dia mundial de proteção aos manguezais. A ação contou com coleta de lixo local, palestra educativa com o ativista ambiental, professor Denison Ferreira, almoço e lazer para crianças com pula-pula, pipoca, algodão doce e gincana. Toda a comunidade foi envolvida; além dos voluntários dos Institutos, moradores das palafitas se colocaram à disposição e colaboraram com a limpeza do mangue.

O IBRAPP apoia e realiza ações e projetos baseados no relacionamento com as comunidades, e no engajamento para as tomadas de decisão por meio de processos participativos. Incorporamos a sustentabilidade como um pilar estratégico para a construção de legados para as futuras gerações.

 

Precisa de ajuda?