Formação de Brigada de Incêndio IBRAPP – 2022

Nos dias 10 e 11 do mês de maio o Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT), do IBRAPP, organizou a formação para a Brigada de Incêndio do Escritório Sede, localizado em São Luís/MA. Após alinhamento com as Gerências, e em observância aos critérios legais, ocorreu o treinamento de formação da Brigada.

Participaram dessa formação sete (07) colaboradores de diferentes setores da Sede, distribuídos para agirem, de forma preventiva e corretiva, em caso de sinistro dentro das instalações da Sede: Adriano Alves Oliveira – Jurídico; Genilson Mendonça dos Reis – SESMT; José Tomás Ribeiro – Contabilidade; Lívia Maria dos Anjos Pires – Gerência SESMT; Nailsa Cristina Mendes Everton – Financeiro; Thayland Mafra Muniz – Documentos e Wherberth Filho Pereira Frias – Gestão de Contratos.

O objetivo do SESMT do IBRAPP é proporcionar conhecimentos teóricos e práticos para os futuros brigadistas para o atendimento às situações de primeiros socorros a vítimas de sinistros, bem como reforçar o reconhecimento das rotas de fuga e procedimentos corretos de atuação em casos de emergência ou princípio de incêndio, entre outros, como informa Genilson Mendonça dos Reis, Técnico do SESMT.

A Brigada de Incêndio é composta por um grupo de colaboradores do Instituto, organizados e preparados para atender a qualquer tipo de evento que represente risco aos colaboradores, parceiros, visitantes e às edificações do IBRAPP.   Para que o colaborador faça parte dessa equipe é necessário que, após voluntariar-se, esteja à disposição para as atividades de prevenção durante toda a sua carga horária de trabalho; além de passar por um programa contínuo de treinamento. No IBRAPP as operações de brigada estão assentadas nos três pilares básicos: primeiros socorros, abandono de área e combate a incêndio.

A Importância da Brigada de Incêndio reside no fato de que, na ocorrência de situações de emergência e de perigo, o grupo de colaboradores formados pela empresa Safety Treinamentos colocará em ação, sob supervisão do SESMT, os três pilares descritos acima; até a chegada do Corpo de Bombeiros (quando for o caso) e de profissionais especializados na área da saúde (SAMU).

 Em caso de pessoas feridas, por exemplo, os brigadistas podem prestar os primeiros socorros e, em seguida, encaminhá-las para o hospital mais próximo, dependendo da classificação de risco do paciente ou vítima. Em caso de trauma, não se pode deslocar a vítima, deve-se aguardar o socorro especializado do Serviço Móvel de Urgência – SAMU.  Outra ação que pode ser realizada por esta equipe é a evacuação das áreas afetadas por um incidente, por exemplo, em casos de vazamento de gás, incêndio ou explosão, impedindo assim que pessoas sejam orientadas de forma correta e segura a fim de evitar que arrisquem suas vidas.

Além disso, os colaboradores da Brigada de Incêndio também desenvolvem um papel estratégico dentro do IBRAPP, principalmente quando se trata de avaliações de riscos, inspeção de irregularidades e elaboração de exercícios simulados. Mas, acima de tudo, a grande importância dessa equipe é a prevenção de acidentes, a conscientização dos colaboradores e a promoção de um ambiente corporativo mais seguro. Lembrando sempre que: A segurança de todos no ambiente de trabalho é responsabilidade de cada um de nós!

De acordo com Reis, a formação realizada pela Safety Treinamentos nesse ano foi dividida em dois módulos que abrangeram os seguintes temas:  Primeiros Socorros e Combate a Incêndio.  Os módulos foram ministrados com aplicação teórico e prática. No primeiro dia, 10/05, os treinandos receberam orientações técnicas sobre como agir em caso de acidentes e no atendimento às vítimas; visando a prevenção do agravo de lesões e manutenção da vida até a chegada do socorro especializado. Enquanto no segundo dia, 11/05, os futuros brigadistas conheceram técnicas de prevenção e combate a sinistros, como princípio de incêndio e, como proceder à tomada rápida de decisão, caso o incêndio aumente de proporção. Ao término do simulado a equipe se reuniu para avaliar os resultados alcançados e possíveis pontos de melhorias.

O curso de brigada de incêndio, que o IBRAPP está proporcionando para a gente hoje, está trazendo para gente conhecimentos sobre emergências que podem ocorrer dentro da instituição. E não somente dentro da instituição, mas também pode ocorrer em nossos lares… E assim posso ajudar os colegas de trabalho quando tiver qualquer tipo de emergência dentro da instituição, ou fora da instituição também”, relata Thayland Mafra Muniz, do Setor de Documentos.

Estabelecimentos, organizações, públicas e privadas, estão sujeitas a ocorrência de situações de emergências que necessitam de evacuação de local e primeiros socorros. Nesses casos, é crucial contar com uma brigada de incêndio. Por meio dela é possível reduzir os riscos à vida e ao patrimônio físico. 

A Gerente SESMT, Lívia Pires, sintetizou a importância do SESMT e da brigada no ambiente corporativo: “Já passei por outras empresas em que o empregador não teve a preocupação de fornecer EPI, ou de contratar um técnico de segurança efetivo. O SESMT antes era visto só como um custo. Apenas se lembrava do SESMT, do técnico, quando a empresa era autuada ou quando ocorria o sinistro. Mas O IBRAPP sempre teve esse movimento, desde o início… A preocupação do Instituto, como um todo, da Gestão, da Alto Direção, é dar segurança a todos os colaboradores…Temos uma equipe trabalhando para monitorar e prevenir acidentes. Temos um ambiente corporativo seguro, pois passamos 8 horas diárias no trabalho e nada melhor do que trabalhar em um ambiente onde se garanta o bem-estar e segurança de todos …”.

A formação da Brigada de Incêndio é prevista pela NBR 14.276/2006, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), e exigida pelo Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão. Enquanto a Norma Regulamentadora nº 23 (NR23), redigida pelo Ministério do Trabalho e Previdência Social, estabelece que as empresas devem atender a legislação estadual do Bombeiro Militar ou instituição similar quanto à obrigatoriedade da brigada (Código de Segurança contra Incêndio e Pânico – COSCIP-MA). Nessa ordem de ideias, fica a critério do Corpo de Bombeiros de cada estado a exigência e definição de regras em relação à brigada. Porém, mesmo que a legislação estadual não exija a formação da brigada, a grande maioria dos seguros prediais exigem a existência dessa equipe treinada.

Precisa de ajuda?